sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

conselheiros literários

Jorge Fallorca, tradutor

um bom livro para ler pelo menos cinco vezes na vida - As Vozes do Rio Pamano, Jaume Cabré (Tinta-da-China)
Um bom livro para quem nunca se impressiona - Leitura “entrelaçada” de O Último Leitor, de Ricardo Piglia (Teorema) e de David Toscana (Oficina do Livro, colecção Ovelha Negra)
Um bom livro para o Inverno - Morte na Pérsia, de Annemarie Schwarzenbach (Tinta-da-China)
Um bom livro por muito pouco dinheiro
- Qualquer título da Alma Azul, colecção Literatura Portátil
Um bom livro que se lê numa tarde
- O Segredo de Joe Gould, Joseph Mitchell (Dom Quixote)
Um bom livro para oferecer a alguém que não goste de ler
- Efeito Borboleta, José Mário Silva (Oficina do Livro)
Um bom livro para quem já leu "tudo"
- A Cartilha Maternal, de João de Deus, lido de preferência com o bibe do Jardim-Escola
Um bom livro para alguém que mal conheço
- Anatomia da Errância, Bruce Chatwin (Ed. Quetzal)